• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • LinkedIn
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > 23MGS2107

Metodologia de Investigação em Gerontologia Social 2


Código: 23MGS2107    Sigla: MIGS2
Áreas Científicas: Metodologia de Investigação/Intervenção Social

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
MGS 11 Aviso nº 16432/2023, de 30 de Agosto 5 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

1TMGS

Teórico-Práticas: 14,00

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 2,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 2,00
Helder Fernando Cerqueira Alves   1,00
Sara Cristina Dias Melo   1,00

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

a) Conhecer e saber utilizar metodologias mistas de recolha de dados;
b) Desenvolver competências de aplicação das metodologias mistas ao estudo do fenómeno do envelhecimento;
c) Desenvolver competências analíticas e operativas no domínio da análise de dados qualitativos;
d) Desenvolver competências analíticas e operativas no domínio da análise de dados, recorrendo a instrumentos e métodos que possibilitem a descrição, inferência e apresentação de dados quantitativos.

Programa

1. Métodos mistos
1.1. Investigação quantitativa e investigação qualitativa: abordagens mistas
1.2. Classificação dos métodos mistos: tipos e variações
1.3. Critérios para escolha dos métodos mistos
1.4. Métodos mistos aplicados ao estudo do fenómeno do envelhecimento: exemplificação
2. Abordagens qualitativas de análise de informação
2.1. A estratégia de investigação qualitativa: pressupostos básicos
2.2. Análise narrativa e análise de conteúdo
2.3. Softwares de análise qualitativa de dados: funcionalidades e potencialidades
3. Abordagens quantitativas de análise de informação
3.1. Análise descritiva e exploratória de dados
3.2. Inferência Estatística de dados: Testes de hipóteses paramétricos e não paramétricos.
3.3. Criação e validação de dimensões relativas a ¿Instrumentos de Avaliação¿: avaliação e validação psicométrica deinstrumentos
3.4. Aplicação prática com recurso ao software para estatística IBM SPSS
3.5. Apresentação dos resultados sob a forma de artigo científico (APA)

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

O foco essencial do programa pretende o desenvolvimento de competências quer no plano da utilização dasmetodologias mistas, quer no plano da análise qualitativa e quantitativa de dados.
Para o efeito, a primeira parte, de cariz mais teórico, visa dotar os estudantes de conhecimentos sobre asmetodologias mistas, explorando a diversidade de tipos e variações de métodos mistos. Pretende-se igualmentecapacitar os alunos para a aplicação dos métodos mistos no estudo do fenómeno do envelhecimento. A segunda eterceira partes do programa visam desenvolver competências de análise dos diversos tipos de dados que osestudantes poderão recolher no âmbito do desenvolvimento do trabalho do 2ª ano, a saber: técnicas de análise dedados qualitativos e recurso a softwares de análise deste tipo de dados; procedimentos estatísticos de análise dedados quantitativos com recurso ao SPSS.

Bibliografia Principal

Creswell, J. & Clark;Designing and Conducting Mixed Methods Research., Sage, 2007
Flick, U.;Métodos qualitativos na investigação científica, Monitor, 2002
Gonçalves, S. et al.;Manual de Investigação Qualitativa, Pactor, 2021
Hair, Joseph F., Anderson, Rolph E., Black, William C..;Multivariate Data Analysis (Ed. 7th), Pearson, 2014
Happ, M.;Mixed methods in gerontological research: Do the qualitative and quantitative data ¿touch¿? Researchin Gerontologic Nurse, 2(2): 122¿127., 2009
Hill, M.M. & Hill, A.;Investigação por questionário. 1ª ed., Sílabo, 2000
Maroco, J.;Análise Estatística com o SPSS Statiscs,, ReportNumber,, 2018
Pestana, M. H & Gageiro, J. N.;Análise de dados para Ciências Sociais. A complementaridade do SPSS, Sílabo, 2008
Phoenix, C. ;Why Qualitative Research is Needed in Gerontology and How We CanJournals of Gerontology: Social Sciences, 73(7): 81-85.Do It Better. , 2018

Métodos de Ensino

Tratando-se de uma disciplina teórico-prática a metodologia de ensino-aprendizagem pressupõe a orientação das aulasem dois sentidos: aulas expositivas para apresentação dos principais conteúdos programáticos ilustrados comexemplos concretos e apelando à discussão capitalizando as experiências dos estudantes; aulas práticas fomentandouma metodologia ativa de envolvimento direto dos alunos de modo a operacionalizarem procedimentos de análisequalitativa e quantitativa de dados.
Do ponto de vista da avaliação, os estudantes podem optar pela avaliação distribuída ou pelo exame, ao abrigo dasnormas constantes do Regulamento de Avaliação de Conhecimentos em vigor.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  30
  Total: 30

Avaliação Final

Os alunos poderão optar por uma das duas modalidades:


1. Avaliação distribuída:

Constituída por:
a) Trabalho escrito individual sobre os pontos 1 ou 2 do programa: ponderação de 50%. 

b) Trabalho de grupo sobre o ponto 3. ponderação de 50%.

2. Exame final
Realização de um exame escrito individual.

Provas e Trabalhos Especiais

De acordo com o RAC do ISSSP.

Avaliação Especial (TE, DA, ...)

De acordo com o RAC do ISSSP.

Melhoria de Classificação Final/Distribuída

De acordo com o RAC do ISSSP.

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

A aquisição de competências no plano da aplicação das metodologias mistas de pesquisa e de análise de dados(quantitativos e qualitativos) pressupõe o recurso a estratégias de ensino-aprendizagem que envolvam os estudantesem trabalhos práticos de aplicação dos conhecimentos aprendidos. A mera memorização de conteúdos não secoaduna com as exigências de experimentação da prática de investigação.