• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • LinkedIn
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > MIS2310

Seminário de Tese/Trabalho de Terreno/Estágio


Código: MIS2310    Sigla: STTTE
Áreas Científicas: Ciências Sociais/Serviço Social

Ocorrência: 2020/21 - 2S

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
MISIJR 10 Plano oficial desde 2019 4,5 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

1TMISIJ

Seminário: 30,00

Docência - Horas

Seminário: 2,00

Tipo Docente Turmas Horas
Seminário Totais 1 2,00
Helder Fernando Cerqueira Alves   1,00
Sara Cristina Dias Melo   1,00

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

1. Capacitar para a construção de sínteses teóricas multirreferenciais apropriadas no decurso de outras unidades curriculares

2. Desenvolver as capacidades de investigação; 
3. Treinar a utilização de tecnologias de estudo e registo de leituras e observação. 
4. Elaboração de hipóteses de investigação
5. Sensibilizar para a análise de dados de investigação de pendor quantitativo e de pendor qualitativo

Programa

1. Organização das leituras e processo de construção de fichas de leitura que sejam instrumentos de treino de escrita original, e que se constituam como elementos de registo do trabalho intelectual desenvolvido para a escrita do trabalho final.

2. Aprofundamento de sínteses teóricas fundamentais sobre a infância e juventude em risco e sua articulação estruturada com os diferentes problemas e contextos empíricos dos campos de investigação.
3. Os objectivos de trabalho de investigação/ intervenção
4. A definição dos conceitos fundamentais, a abordagem teórica e a construção das dimensões da análise.
5. O objecto teórico e empírico nos processos de investigação/ intervenção
6. Tipologias de análise de dados
7. A elaboração do projecto de trabalho final de mestrado

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

O conteúdo permite que o seminário acompanhe as necessidades de apoio e orientação do projecto de investigação dos estudantes nas diferentes fases do desenvolvimento do seu trabalho.
O seminário é um espaço facilitador para a construção das sínteses teóricas necessárias para a intervenção social pois o seu conteúdo pretende contribuir para desenvolver a capacidade analítica e crítica dos estudantes a partir dos conteúdos trabalhados nas unidades curriculares que vão sendo desenvolvidas ao logo dos semestres do curso.
O conteúdo integra ainda conhecimentos relacionados com a prática de investigação para desenvolver o saber processual e técnico dos estudantes para o uso de instrumentos de investigação e tratamento de dados.

Observações Bibliográficas

BONETTI, M., CONAN, M., ALLEN, B., Développement social urbain. Stratégies et méthodes, Paris, L¿Harmattan, 1991.
CAMPENHOUDT, L.V., Introdução à análise dos fenómenos sociais, Lisboa, Gradiva, 2003.
DUCHAMP, M., BOUQUET, B. e DRUARD, H., La recherche en travail social, Paris, Centurion, 1989.
GAULEJAC, V., BONETTI, M., FRAISSE, J., L¿ingénierie sociale, Paris, Syros, 1995.
MARTIN, C., Les recherches-actions sociales, Paris, La Documentation Française, 1985.
PINTO, J. M., «Questões de metodologia sociológica», in: Cadernos das Ciências Sociais nº 1,2 e 3, Porto, Afrontamento, 1984 e 1985.
QUIVY, R., VAN CAMPENHOUDT, L., Manual de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa, Gradiva, 1995.
SCHÖN, D.A., A la recherche du savoir caché dans l¿agir professionnel, Montréal, Les Editions Logiques, 1994
SILVA, A. S., PINTO, J. M., Metodologia das Ciências Sociais, Porto, Afrontamento, 1986.

Métodos de Ensino

Mobilizam-se métodos de ensino que articulam a exposição e a problematização colectiva das matérias, com outras sessões mais práticas que permitam que os alunos façam a consolidação das aprendizagens de questões metodológicas essenciais para a realização do seu trabalho final de mestrado. Assim, a disciplina funciona com sessões de trabalho teórico-práticas, por meio da utilização de metodologias expositivas, suportadas por elementos convencionais e multimédia, e com sessões mais práticas de discussão alargada de textos, de análise de documentos e de dados, nomeadamente quantitativos.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  32
  Total: 32

Avaliação Contínua

Elaboração de uma ideia de projecto de investigação: ponderação de 100%.



Provas e Trabalhos Especiais

De acordo com o RAC do ISSSP.

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

O programa da disciplina privilegia metodologias de ensino ativas, centradas na desconstrução, com recurso a contributos científicos, das classificações e dos modos de interpretar os fenómenos sociais baseados no senso comum. Para o efeito, aposta-se na realização de exercícios que consistem na preparação e apresentação de leituras de modo a suscitar o debate alargado de pontos de vista e entendimentos, na análise e interpretação de informação estatística e na produção de trabalhos práticos que traduzam as análises teóricas da génese dos problemas em modos de agir.
A realização do projecto de tese, trabalho de projeto ou relatório de estágio remete igualmente para metodologias de ensino facilitadoras da participação em atividades científicas, sobretudo quando os trabalhos dos alunos ficam inscritos no âmbito de projetos de investigação assumidos pela equipa docente do ciclo de estudos.