• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • LinkedIn
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > GS1204
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Animação Sócio-Cultural II: Recurso para o Desenvolvimento...


Código: GS1204    Sigla: ASC2

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: Gerontologia Aplicada

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LGS 7 Despacho 6311/08 de 05 de Março 4 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

TURMA1

Teórico-Práticas: 26,00
Inquéritos: 0,00

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 2,00
Inquéritos: 0,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 2,00
Sara Cristina Dias Melo   2,00

Língua de Ensino

Português

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

Objetivos:
1. Transmitir conhecimentos teóricos sobre a questão do desenvolvimento social e comunitário e sobre o processo de intervenção comunitária
2. Promover nos estudantes a capacidade para diagnosticarem necessidades e problemas do coletivo das pessoas seniores, numa determinada comunidade, as possibilidades de intervenção e sua avaliação
3. Dar a conhecer instrumentos e projetos de animação sociocultural (ASC) para seniores, como meios para o desenvolvimento social e comunitário


Competências e Resultados de aprendizagem:
Pretende-se que os estudantes sejam capazes de:
1. Relacionar os objetivos da ASC para seniores, com o desenvolvimento social e comunitário
2. Intervir na comunidade, através do processo de diagnóstico, intervenção e avaliação
3. Reconhecer as estratégias e os projetos que existem de ASC para as pessoas mais velhas, como processos de desenvolvimento social e comunitário

Programa

1. Desenvolvimento social e comunitário
1.1. Conceitos base: desenvolvimento, comunidade, organização comunitária


2. A associação, o ator coletivo e a organização comunitária
2.1. A educação para o desenvolvimento; identidade cultural e sentimento de comunidade; intra e a interculturalidade.
2.2. A participação como princípio basilar do desenvolvimento comunitário
2.3. Empowerment e advocacy
 
3. A intervenção social comunitária
3.1. Princípios e principais elementos em jogo no processo de intervenção comunitária
3.2. Os seniores como recurso para o desenvolvimento social e comunitário

4. Etapas de construção de um projeto de intervenção
4.1. Diagnóstico
4.2. Elaboração do plano de ação
4.3. Realização da intervenção
4.4. Avaliação da intervenção

5. A animação sociocultural para seniores e o desenvolvimento social e comunitário



Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

Os conteúdos programáticos estão coerentes com os principais objetivos da unidade curricular, mais especificamente os pontos 1 e 2 do programa procuram concretizar o primeiro objetivo enunciado e os restantes pontos 3 e 4 são coerentes com os objetivos 2 e 3.

Bibliografia Principal

Pereira JDL, Lopes MS, Rodrigues TM;Animação sociocultural, gerontologia e geriatria: a intervenção social, cultural e educativa na terceira idade. , Chaves: Intervenção-Associação para a Promoção e Divulgação Cultural, 2013. ISBN: 978-989-97571-3-4
Martins EC;Gerontologia/Gerontagogia. Animação sociocultural em idosos., Lisboa: Editorial Ca¿ritas, 2013
Antunes MC, Pereira J;Animação sociocultural e terceira idade. Cultura e Participação - Animação Sociocultural em Contextos IberoAmericanos (pp 135-146), Rede Iberoamericana de Animación Sociocultural, 2014. ISBN: 978-989-20-5122-2l
Pereira J, Lopes M. (coords.) (2011). ;As fronteiras da Animação Sociocultural, Chaves: Intervenção., 2011
Lopes M. ;Animação Sociocultural em Portugal, Amarante: Ed. , 2006
Cebolo C, Pereira J, Lopes M. ;Animação Sociocultural, Intervenção e Educação Comunitária: Democracia, Cidadania e Participação, Chaves: Intervenção, 2012
Santos Costa CA (Coord.);Animação sociocultural: voluntariado e cidadania ativa, APDASC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Sociocultural. Editora: Livpsic, , 2011. ISBN: 978-989-81-488-58
Trilla, J. (coord.) ;Animação sociocultural. Teorias, programas, âmbitos., Lisboa: Instituto Piaget., 2004
Serrano, G.P. (2008);Elaboração de projectos sociais. Casos práticos, Porto: Porto Editora.

Observações Bibliográficas

O atendimento aos estudantes decorre no Gabinete 3, às 4ª feiras (14:00h-16:30h) e 5ª feiras (14:00h às 16:00h). A docente poderá ajustar o seu horário às necessidades dos trabalhadores-estudantes, devendo o atendimento ocorrer sob marcação prévia por email.

Métodos de Ensino

Esta unidade curricular é de caracter teórico-prático, pelo que articulará metodologias expositivas (apresentação teórica de temas relacionados com os conteúdos programáticos), participativas (brainstorming, promoção de debate), colaborativas (trabalhos e/ou exercícios em grupo), de resolução de problemas (simulação de casos/role-playing, análise de casos) e de pesquisa e análise crítica de material escrito (ex. projetos de ASC, artigos científicos, relatórios, manuais de orientação) e/ou audiovisual (ex. reportagens, documentários, filmes).


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Avaliação Contínua


Avaliação Final

Os estudantes poderão optar por uma das seguintes modalidades de avaliação:

Provas e Trabalhos Especiais

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP. 

Avaliação Especial (TE, DA, ...)

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP. 

Melhoria de Classificação Final/Distribuída

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP. 

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias de ensino utilizadas têm como finalidade o aprofundamento dos conhecimentos referidos nos conteúdos programáticos, numa abordagem expositiva, participativa e centrada na reflexão crítica, de forma a que os estudantes possam alcançar os objetivos de aprendizagem e competências estabelecidos nesta unidade curricular.