• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • LinkedIn
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > GS2205

Avaliação de Residencias, Programas e Serviços I


Código: GS2205    Sigla: ARPS1

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: Gerontologia Aplicada

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LGS 6 Despacho 6311/08 de 05 de Março 4 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

TURMA2

Teórico-Práticas: 18,00
Inquéritos: 0,00

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 2,00
Inquéritos: 0,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 2,00
Sónia Patrícia Vilar Martins   2,00

Língua de Ensino

Português

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

Esta unidade curricular proporciona os conhecimentos teórico-práticos que permitem recolher informação pertinente para medir a qualidade da oferta de serviços para pessoas mais velhas. Deste modo, assumem-se como objetivos os seguintes:
1. Capacitar para o facto que a implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade não ser um mero "custo acrescido", ideia que ainda prevalece em algumas organizações
2. Compreender que a melhoria da gestão da organização e da qualidade do produto/serviço oferecido conduz a um aumento da produtividade, que por sua vez garante uma redução dos custos e tem potencial para atrair novos clientes
3. Reconhecer que numa economia de mercado a qualidade dos serviços prestados é uma das condições necessárias para assegurar que os clientes/consumidores lhes atribuem valor.
4. Identificar boas práticas em instituições residenciais e/ou outras respostas e serviços conducentes à prestação de serviços de qualidade e à preservação da dignidade e autonomia das pessoas mais velhas.

Programa

1. Evolução do conceito de qualidade. A qualidade enquanto: Supervisão (1900); Inspeção da Qualidade (1920); Controlo Estatístico da Qualidade (1930-50); Garantia da Qualidade (1960); Gestão da Qualidade (1970-80); Gestão pela Qualidade Total (1980-90).

2. Valores fundamentais da Gestão pela Qualidade Total: focalização no cliente; liderança e envolvimento; orientação por processos, medição; melhoria contínua.

3. Implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade: razões Internas e razões externas.
 
4. Qualidade e certificação.

5. Referenciais normativos: Normas ISO (Internacional Standars Organization); Modelo EFQM (European Foundation for Quality Management); Modelos de Avaliação da Qualidade das Respostas Sociais (MAQRS) I.S.S.

6. Boas práticas institucionais.
  • Direitos, Princípios e Valores do Cuidar
  • Representação da pessoa idosa em situação de incapacidade
  • Viver e conviver em espaços coletivos
  • Flexibilidade de horários
  • Atividades
  • Sexualidade
  • Espiritualidade
  • Doença, morte e luto
  • Maus tratos - Prevenção primária, secundária e terciária

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

Os conteúdos programáticos foram definidos no sentido de promover a aquisição de conhecimentos teóricos e o desenvolvimento de competências nos(as) estudantes, no que concerne a ferramentas, técnicas e construtos fundamentais no âmbito das boas práticas institucionais e qualidade das respostas sociais para pessoas mais velhas. 

Bibliografia Principal

Sampaio P, Paiva AL, Capelas L. (Coord.) ;Manual prático para a gestão e qualidade nas organizações. (34ª act.). , Lisboa: Verlag Dashofer, 2010
Pinto A, Soares I. ;Sistemas de Gestão da Qualidade: Guia para a sua implementação., Lisboa: Edições Sílabo, 2010
Andrade A. (2004) (coord.). ;Programa Qualidade do Ministério da Segurança Social e do Trabalho: Um Modelo Integrado de Aplicação da CAF, Lisboa: Secretaria-Geral do Ministério da Segurança Social e do Trabalho., 2004
Fernández-Ballesteros R. ;Sistema de evaluación de residencias de ancianos. Ministerio de trabajo y asuntos sociales., Madrid: Gráficas Arias Montano, 1997
Nunes B ; Envelhecer com saúde. Guia para melhorar a sua saúde física e psíquica., Lousã. Lidel., 2008
Veríssimo MT (Ed.);Geriatria fundamental: saber e praticar. , Lidel-Edições Técnicas, Lda., 2014
Guia Interpretativo para Aplicação da Norma ISSO DIS 9001:2000 a Lares de Idosos , Lisboa: Ministério do Trabalho e da Solidariedade, Ministério da Economia – Instituto Português da Qualidade , 2000
Guedes, J.;Viver num Lar de Idosos – identidade em Risco ou Identidade Riscada , Lisboa: Coisas de Ler, 2012
Fernández-Ballesteros, R.;Personal and environmental relationships among the eldery living in residential settings, Archives of Gerontology and Geriatrics , nº 26, Issue 2, p. 185 - 198, 1998
Domingues, I.;Qualidade nos Serviços Públicos – Constrangimentos e Possibilidades, Episteme, Lisboa: Universidade Técnica, nº 13-14, p. 225-242, 2004
Grupo de Coordenação do Plano de Auditoria Social CID – Crianças, Idosos e Deficientes – Cidadania, Instituições e Direitos ;Manual de Boas Práticas – um guia para o acolhimento residencial das pessoas mais velhas para dirigentes, profissionais e familiares, 2005 (Lisboa: Instituto da Segurança Social, I.P)

Métodos de Ensino

Trata-se de uma unidade curricular de natureza teórico-prática, na qual serão utilizados diversos métodos de ensino, nomeadamente do tipo expositivo, com apresentação teórica sobre a evolução do conceito de qualidade, sistemas de gestão de qualidade, referenciais normativos e boas práticas institucionais. Serão igualmente usadas metodologias participativas, como o brainstorming e promoção de debate (sobretudo sobre questões relacionadas com as boas práticas institucionais). As metodologias colaborativas (trabalhos de grupo), de resolução de problemas (análise de casos sobre vivências em contexto de ERPI) e de pesquisa (análise crítica de material escrito e/ou audiovisual, como por exemplo notícias publicadas sobre más práticas institucionais) serão também consideradas nesta unidade curricular. 


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  32
Dois testes de avaliação escritos e individuais (45%-45%)  Teste/Exame  2024-05-31
Participação ativa nas aulas (10%)  Participação Presencial  2024-05-31
  Total: 32

Avaliação Contínua


Avaliação Final

Os estudantes poderão optar por uma das seguintes modalidades de avaliação:

 
1. Avaliação distribuída:
  • Participação ativa nas aulas (10%)
  • Realização de dois testes de avaliação escritos e individuais (45%-45%)

2. Exame final (100%)

Provas e Trabalhos Especiais

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP.

Avaliação Especial (TE, DA, ...)

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP.

Melhoria de Classificação Final/Distribuída

De acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos das Licenciaturas em Serviço Social e em Gerontologia Social do ISSSP.

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias de ensino propostas visam o desenvolvimento integrado nos estudantes dos conhecimentos referidos nos conteúdos programáticos e a concretização dos objetivos e competências estabelecidos.