• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • LinkedIn
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > SS2210228
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Psicopatologia


Código: SS2210228    Sigla: P
Áreas Científicas: PSICOLOGIA

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LSS1 62 Aviso nº 16918/2022 de 30 de Agosto 3 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

2TURMAU

Teórico-Práticas: 39,00
Inquéritos: 0,00

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 3,00
Inquéritos: 0,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 3,00
Maria Teresa Soares Souto   3,00

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

Esta UC pretende levar os estudantes a :
- Refletir sobre os conceitos de normalidade e patologia mental;
- Conhecer os principais sistemas de classificação diagnóstica das perturbações mentais;
- Conhecer os principais modelos de compreensão das alterações psicopatológicas;
-Adquirir conhecimentos gerais de psicopatologia descritiva e compreensiva, com ênfase em: características clínicas e diagnósticas, evolução e prognóstico.


No final desta unidade curricular, os estudantes deverão ser capazes de:
- Refletir criticamente sobre a patologia mental, contextualizando-a na dimensão histórica e cultural do indivíduo;
- Compreender e utilizar o Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais;
- Saber identificar os principais sinais e sintomas dos quadros psicopatológicos mais prevalentes na população adulta e idosa;
- Identificar comportamentos facilitadores de uma atitude empática e de escuta ativa

Programa

1 Introdução à psicopatologia: o normal e o patológico
2. abordagens contemporâneas da psicopatologia e os principais sistemas de classificação das perturbações mentais.
21 Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais.
2.2 Classificação Internacional de Doenças.
3. Os quadros psicopatológicos (descrição clínica, classificação, diagnóstico, epidemiologia, comorbilidade, diagnóstico diferencial);
3.1 Perturbações do humor
3.2 Perturbações de ansiedade
3.3 Perturbações do comportamento alimentar
3.4 Esquizofrenia e outras perturbações psicóticas
3.5 Perturbações da personalidade
3.6 Perturbações da terceira idade
4. Noções básicas de psicofarmacologia

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

Clarificação dos conceitos de normalidade e de patologia no âmbito da sáude mental, asssim como exploração de diferentes  modelos teóricas que possibilitam distintos olhares sobre a patologia mental.
Abordagem das perturbações mentais mais prevalentes ao longo da idade adulta possibiltando maior literacia dos estudantes no contexto da saúde mental.

Bibliografia Principal

Abreu, J.;. Introdução à Psicopatologia Compreensiva., Fundação Calouste Gulbenkian., 1997
Abreu, J.;. Introdução à Psicopatologia Compreensiva., Fundação Calouste Gulbenkian., 1997
American PsychiatricAssociation ;Manual de diagnóstico e estatística das perturbações mentais (5ªed.), Climepsi, 2013
American PsychiatricAssociation ;Manual de diagnóstico e estatística das perturbações mentais (5ªed.), Climepsi, 2013
Fonseca, A. F.; Psiquiatria e Psicopatologia, Fundação Calouste Gulbenkian., 1985
Fonseca, A. F.; Psiquiatria e Psicopatologia, Fundação Calouste Gulbenkian., 1985
Correia, D., T.;Manual de Psicopatologia, Lidel, 2014
Correia, D., T.;Manual de Psicopatologia, Lidel, 2014

Bibliografia Complementar

Casey, P., & Kelly, B.;Fish: Psicopatologia clínica: Sinais e sintomas em psiquiatria. , Libri-Faber, 2007
Casey, P., & Kelly, B.;Fish: Psicopatologia clínica: Sinais e sintomas em psiquiatria. , Libri-Faber, 2007
Hersen, M., & Beidel, D. C. ;Adult Psychopathology and diagnosis (6th ed). , John Wiley and Sons, 2012
Hersen, M., & Beidel, D. C. ;Adult Psychopathology and diagnosis (6th ed). , John Wiley and Sons, 2012
Maddux, J. E., & Winstead, B;Psychopathology: Foundations for a contemporary understanding, Routledge., 2012
Maddux, J. E., & Winstead, B;Psychopathology: Foundations for a contemporary understanding, Routledge., 2012
World Health Organization;International statistical classification of diseases and related health problems (10th rev.) , 2007 (retirado de: http://www.who.int/classifications/icd/en/)
World Health Organization;International statistical classification of diseases and related health problems (10th rev.) , 2007 (retirado de: http://www.who.int/classifications/icd/en/)

Métodos de Ensino

O ensino desta disciplina tem duas componentes distintas:
1.teórica (utilização de metodologia expositiva para o ensino dos conceitos fundamentais da psicopatologia). 
2. teórico-prática (elaboração de um caso clínico - tendo em conta o contexto de estágio do grupo de alunos - para ser analisado e discutido; inclusão de uma proposta de atuação dos profissionais de serviço social no campo da saúde mental.






Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  48
  Total: 48

Avaliação Contínua

Avaliação distribuída com vários componentes de avaliação: (i) apresentação oral do trabalho desenvolvido em grupo relativo a uma perturbação mental seleccionada atendendo ao contexto de estágio; (ii) realização de uma prova escrita na data do exame; (iii) assiduidade e participação ativa nas aulas.


Cada momento de avaliação tem um peso específico na classificação final da disciplina: 1apresentação oral do trabalho desenvolvido em grupo relativo a uma perturbação mental seleccionada atendendo ao contexto de estágio (50%); prova escrita (40%); a assiduidade e participação ativa nas aulas consideradas na ponderação final da nota (10%) [ Artigo 11º, alinea 2 do Reg. Avaliação de Conhecimentos]
Cada classificação parcelar deverá ter pelo menos 6,5 valores.

Avaliação Final

Exame final (100% de ponderação)

Provas e Trabalhos Especiais


Melhoria de Classificação Final/Distribuída

Melhoria realizada através de exame final (100%).

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias de ensino propostas e descritas integram um conjunto de práticas de inovação pedagógica baseadas na evidência e ajustadas aos objectivos e conteúdos da disciplina.

Na componente teórica, serão utilizadas metodologias de ensino expositivas. No âmbito da componente teórico-prática, apela-se à participação ativa dos estudantes, promovendo uma ligação entre a perturbação mental com que irão lidar e o respetivo contexto de estágio académico. Pretende-se estimular a reflexão prática sobre formas de atuação sustentadas nos conhecimentos científicos que o estudante deverá adquirir.